Protocolos da Prefeitura passam a ser abertos pela internet a partir desta segunda

A partir de amanhã, dia 14, todos os serviços prestados pelo setor de
Protocolo da Prefeitura vão ser migrados para o sistema digital por
meio da plataforma Cidadão Web, que pode ser acessada pelo site
oficial da instituição: <www.cataguases.mg.gov.br>. Entre os serviços
disponíveis para solicitação virtual estão pedido de certidão, poda,
pavimentação, ligação de rede, alteração de dados de empresa sistema
de inspeção municipal, renovação de alvará e licenciamento ambiental.
O sistema também será um canal de denúncia.

Mesmo com os atendimentos sendo feitos da forma online, os servidores
continuarão atendendo no setor para auxiliar as pessoas que tenham
qualquer tipo de dificuldade para acessar o Cidadão Web. Entre as
vantagens do sistema informatizado estão a maior agilidade para a
resolução dos processos, acompanhamento digital pelo cidadão e maior
economia aos cofres públicos, com a menor utilização de papel e de
impressão.
Na última semana, servidores dos setores de Arrecadação, Meio
Ambiente, Obras, Serviços Urbanos, Gabinete e Vigilância Sanitária
passaram por treinamento profissional para implementação do novo
sistema.

O prefeito José Henriques comentou a digitalização da abertura de
protocolos e afirmou ter a intenção de ampliar os atendimentos
digitais da Prefeitura. “Esse é o nosso primeiro passo rumo à
informatização dos serviços públicos prestados pela Prefeitura ao
cidadão, o que vai melhorar a qualidade do trabalho, trazer maior
economia aos cofres públicos e
tornar o trabalho mais célere. Nós estamos no século XXI, mas ainda
operamos com instrumentos do século passado. Então, a nossa intenção é
digitalizar mais serviços. Por
exemplo, na saúde nós já identificamos uma fila de procedimentos
parados desde 2015. Nós estamos trabalhando para informatizar o
sistema, até para agilizar a resolução desses casos”, afirmou. a
digitalização da aberturade protocolos e afirmou ter a intenção
de ampliar os atendimentos digitais da Prefeitura. “Esse é o nosso
primeiro passo rumo à
informatização dos serviços públicos prestados pela Prefeitura ao
cidadão, o que vai melhorar a qualidade do trabalho, trazer maior
economia aos cofres públicos e tornar o trabalho mais célere. Nós
estamos no século XXI, mas ainda operamos com instrumentos do século
passado. Então, a nossa intenção é digitalizar mais serviços. Por
exemplo, na saúde nós já identificamos uma fila de procedimentos
parados desde 2015. Nós estamos trabalhando para informatizar o
sistema, até para agilizar a resolução desses casos”, afirmou.

Conforme a projeção da Prefeitura, a estimativa é que a instituição
economize ao ano cerca de R$6.500 em folhas de papel ofício e R$
36.000 em franquias de cópias
excedentes e recargas de tonners para impressoras, pagos por meio de
contratos de impressão com empresas prestadoras de serviço. Ao todo, a
economia totalizaria
R$ 42.500 anuais. Além disso, 250.000 folhas de papel ofício deixariam
de ser usadas pela instituição.

A empresa responsável por operar o Cidadão Web é a ASI, de Belo
Horizonte, que já administra sistemas na Prefeitura nas áreas de
tributação, compras e licitação e RH. O técnico de suporte e negócios
da ASI, Leonardo dos Santos, ressaltou as vantagens do serviço
digital. “O feedback em relação ao Cidadão Web nas outras cidades onde
trabalhamos é bem positivo, pois reduz o fluxo de pessoas nos setores
dos órgãos públicos. O sistema tem se tornado ainda mais útil neste
momento de pandemia em que o contato entre as pessoas deve ser
evitado. O atendimento oferece comodidade ao cidadão, que pode
solicitar os serviços de casa, sem ter que se deslocar até o local”,
disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *