Dia Nacional do Doador de Sangue é celebrado na Policlínica Municipal

Nesta quinta feira, dia 25 de novembro, comemora-se o Dia Nacional do Doador de Sangue. Para celebrar a data, a Secretaria de Saúde promoveu um café da manhã para os doadores de Cataguases da Fundação  Hemominas, na quarta-feira, dia 24, na Policlínica Municipal, onde semanalmente, é realizada a coleta de sangue no município. A comemoração  contou com atividades variadas para os doadores e profissionais de saúde envolvidos.

Na oportunidade, a Fundação Hemominas distribuiu camisas aos presentes e os patrocinadores Fontes Supermercado, Supermercado Moraes, Energisa e Unimed distribuíram kits aos participantes e alimentos para o café das manhã especial. Além disso, a área da Policlínica destinada aos doadores foi toda decorada com balões e faixas para lembrar a data.

O Dia Nacional do Doador de Sangue foi criado em 2004 e tem como objetivo sensibilizar e aumentar o número de doadores, conscientizando-os da importância da doação de sangue, de modo que os hemocentros e bancos de sangue de todo o país consigam manter os estoques adequados de sangue para atender à população. Leandro Santos Lemos, captador de doadores de sangue da Fundação Hemominas de Além Paraíba – unidade que realiza a coleta de sangue em Cataguases -, lembrou que a doação pode ser feita todas as quartas-feiras na Policlínica Municipal em Cataguases, de 8 às 14 horas.

“Esta doação é muito importante porque um pouquinho de tempo que o doador tira de seu dia para estar aqui com a gente, ele estará proporcionando a continuidade da vida dos pacientes que precisam da transfusão de sangue para sobreviver”, afirmou. Segundo ele, o sangue coletado atende o município em suas necessidades, principalmente em urgências e emergências, cirurgias eletivas do Hospital de Cataguases, enbtre outros. Ele agradeceu as parcerias da Fundação com empresas locais, em especial a Energisa, que estimula seus colaboradores a doar sangue todas as semanas. “Estas iniciativas contribuem para mantermos um estoque estratégico para atender a comunidade de Cataguases e região”, explicou.

Ele também acrescentou que, para a doação, é importante que o doador esteja bem de saúde, tenha entre 16 e 69 anos, não tenha tido hepatite após os dez anos de idade e, caso tenha tido Covid-19, deve esperar pelo menos 30 dias após a alta para doar. “Outras situações são analisadas durante a triagem clínica. A doação é muito simples. Basta apresentar um documento com foto e fazer o cadastro para, em seguida, passar pela avaliação médica. O procedimento é rápido e, em dez minutos, são colhidos aproximadamente 450ml de sangue. Após a doação, o sangue é fracionado, portanto, com sua doação, você pode estar ajudando a salvar a vida de até quatro pacientes”, revelou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *