Cataguases eleva sua meta nas condicionalidades de saúde do Programa Bolsa Familia

Na ultima sexta-feira, dia 25, a Secretária de Desenvolvimento Social, Carol Damasceno, realizou reunião mensal junto a equipe do Bolsa Família, para diagnóstico da situação atual do município e alinhamento das ideias e próximas ações a serem realizadas pela pasta. O encontro também teve o objetivo de comemorar os resultados relativos às condicionalidades de saúde alcançados pela equipe, com apoio dos PSF´s, que tiveram aumento de mais de 70% em relação à última avaliação.

No último período apurado, que se deu na primeira vigência de 2020 e corresponde ao período março a junho de 2020, realizou-se apenas 20% do acompanhamento de saúde, que inclui a pesagem dos beneficiários. No mesmo período deste ano foi alcançado o índice 92%, resultado acima da média nacional, que é de 75%. A secretária de Desenvolvimento Social exaltou os avanços e disse que pretende aumentar ainda mais o índice atual. “Agradeço todos os envolvidos pelo esforço. Mesmo com o avanço, a nossa meta é chegar a 100%. Somos uma equipe empenhada em atender cada vez melhor à população cataguasense”, afirmou.

As condicionalidades são os compromissos assumidos pelas famílias e pelo poder público nas áreas de Educação, Saúde e Assistência Social para continuidade no recebimento dos benefícios do Bolsa Família. Na área da saúde, os responsáveis devem levar as crianças menores de 7 anos para tomar as vacinas recomendadas pelas equipes de saúde e para pesar, medir e fazer o acompanhamento do crescimento e do desenvolvimento, a cada 6 meses conforme calendário de acompanhamento. As gestantes devem fazer o pré-natal e ir às consultas na Unidade de Saúde.

As famílias que descumprirem os compromissos assumidos com o Programa Bolsa Família podem sofrer efeitos gradativos, que vão desde Advertência, Bloqueio, Suspensão e até o Cancelamento do Benefício.